• O presente estudo propõe um roteiro pelas principais instituições religiosas de Évora durante os séculos XIV e XV a partir da perspetiva da sua atividade musical. Embora já tenham sido realizados numerosos estudos de fontes, ainda está em falta um estudo do contexto urbano desta atividade. O presente trabalho pretende contribuir para estudos futuros sobre o entendimento da paisagem sonora de Évora na Idade Média partindo da atividade conhecida das suas instituições religiosas tomando as leituras de dois jesuítas do final do século XVII, Manuel Fialho e Francisco da Fonseca, como roteiro.